O setor de lojas de móveis reduziu pela metade. Veja como não entrar nesta estatística. – FoccoLOJAS

O setor de lojas de móveis reduziu pela metade. Veja como não entrar nesta estatística.

O setor de lojas de móveis vem enfrentando grandes desafios nos últimos anos. Estima-se que cerca de 50% do mercado varejista tenha simplesmente fechado as portas, do ano de 2012, até hoje.

A queda do mercado imobiliário e do setor industrial foram em parte responsáveis por estes resultados. Porém, houveram outros fatores que não os econômicos.

Acompanhe neste artigo os três principais motivos que apontam como o despreparo de algumas indústrias moveleiras colaborou para a crise no segmento, afetando diretamente o setor de lojas de móveis.

A velha forma de trabalhar

 O mercado moveleiro como um todo demorou muito para entender que o consumidor mudou. E o que isso significa? Que dificilmente o cliente potencial de uma loja de móveis irá se dirigir para o estabelecimento, sem antes pesquisar, consultar e buscar sobre o produto ou marca na internet.

A parte boa, é que quando ele chega na loja, ele já vem mais preparado para fechar negócio, pois buscou informações online que criaram a segurança necessária.

Mas e o papel da indústria? É o de consolidar a marca virtualmente, ter um posicionamento e uma comunicação com o cliente final. Isso porque muitas vezes a estrutura das lojas não contam com espaço para investimentos em atração. Dessa forma, a gestão da marca deve se posicionar!

setor-de-lojas-de-moveis O setor de lojas de móveis reduziu pela metade. Veja como não entrar nesta estatística.

Perfil de lojista do setor de lojas de móveis

Muitas indústrias na ânsia de ampliar a participação no mercado, acabam deixando alguns pontos de lado na prospecção de novos lojistas. Sabe-se que administrar uma loja de móveis exige muito mais do que habilidades de vendas.

Dessa forma, será diferencial de negócio, um perfil de lojista com know how das principais atividades deste mercado, com bom relacionamento com os profissionais de arquitetura e design e com pessoas com poder real de investimento.

Este perfil não é fácil de ser encontrado. Porém, é de extrema importância, pois abrir e fechar uma loja é o que de pior pode acontecer para sua marca. Dessa forma, a indústria deve preservar as parcerias que tem potencial para serem duradouras.

Suporte a gestão

Estruturar a marca, ter os melhores parceiros… que perfeito! Entretanto, estes são os primeiros passos. A indústria também deve preocupar-se em proporcionar o suporte para a rede de lojas no que tange a gestão do negócio.

E para isso é necessário possuir uma equipe que faça visitas in loco, e ensine as melhores práticas de mercado.

Este apoio na operação do setor de lojas de móveis é fundamental, tanto para educar o lojista quanto às melhores práticas, quanto para que a indústria sinta o mercado de perto.

A supervisão não serve apenas para alavancar as vendas da indústria, como a maioria das fábricas se posiciona, mas para ser a inteligência estratégica na operação de varejo da fábrica.

O que você achou destes tópicos? Como a sua empresa vem cuidando deles? Se você gostou deste artigo, inscreva-se para receber a nossa newsletter todo mês!

cta-bi O setor de lojas de móveis reduziu pela metade. Veja como não entrar nesta estatística.

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

X
reducao-de-custosrede de lojas de móveis