Como fazer o cálculo de rentabilidade da minha loja de móveis?

Como fazer o cálculo de rentabilidade da minha loja de móveis?

Saber como fazer o cálculo de rentabilidade da sua loja de móveis planejados é essencial para ter uma visão mais clara do seu desempenho para tomar as melhores decisões. Porém, muitas vezes, existe um grande foco nos lucros por parte dos gestores, que acabam deixando de lado métricas que podem, facilmente, trazer resultados concretos.

Existe uma série de indicadores que podem avaliar o desempenho de um negócio. Alguns deles, no entanto, são imprescindíveis quando se trata de definir as melhores estratégias para a sua loja de móveis, como é o caso do cálculo de rentabilidade.

O trabalho de venda de móveis planejados, diferente da de modelos pré-fabricados, exige mais acompanhamento. Como o valor de cada contrato pode variar consideravelmente, fica mais difícil fazer o cálculo de rentabilidade por venda manualmente, o que complica a vida de vendedores e do financeiro.

Porém, com um entendimento dos conceitos de rentabilidade e lucratividade, o auxílio de um software de gestão financeira pode tornar essa tarefa bem mais fácil.

No post de hoje, abordaremos como fazer o cálculo de rentabilidade. Para evitar dúvidas, mostraremos também a diferença entre rentabilidade e lucratividade, e o que deve ser levado em consideração para ter noção sobre a rentabilidade prévia do seu negócio. Confira:

Como fazer o cálculo de rentabilidade: saiba qual é a diferença entre lucratividade e rentabilidade

Antes de qualquer coisa, ao buscar como fazer o cálculo de rentabilidade, é importante estabelecer a diferença entre lucratividade e rentabilidade. Ambos tendem a ser confundidos, especialmente no dia a dia dos vendedores de móveis planejados. Mas essa diferença conceitual é muito relevante.

Lucratividade

Todos têm um entendimento geral do que seria o lucro. Pegue o total recebido por uma venda, subtraia o custo total entre os valores do fornecedor, comissões, tributos e outros gastos e você terá um valor bruto de lucro. Compare esse valor bruto ao gasto inicial como uma porcentagem, e você terá a sua margem de lucro. A fórmula seria expressa da seguinte forma:

(valor do contrato pago pelo cliente/custo total do contrato) x 100% = Taxa de lucratividade

A explicação pode parecer confusa, então vamos usar um exemplo para explicar melhor:

  • O custo total do contrato é de R$2.000,00;
  • O valor de venda é de R$2.500,00;
  • O lucro bruto seria: 2.500 – 2.000 = R$500,00
  • A margem de lucro estabelecida seria de: (500/2500) x 100% = 20%;

Ou seja, 20% do valor final de venda foi transformado em lucro.

cálculo-de-rentabilidade Como fazer o cálculo de rentabilidade da minha loja de móveis?

Rentabilidade

A rentabilidade é um conceito mais amplo, que indica se um negócio em si é benéfico ou não. Para saber como fazer o cálculo de rentabilidade é necessário considerar todo o valor inicial de investimento para fundar a loja, não apenas o custo individual do produto. A fórmula do cálculo de rentabilidade é a seguinte:

(Lucro da venda/investimento total) x 100% = Taxa de rentabilidade por venda

Veja o exemplo a seguir:

  • Para a construção do negócio, foram investidos R$100.000,00;
  • No exemplo anterior, o lucro da venda foi de R$500,00;
  • A taxa de rentabilidade dessa venda, diante do investimento inicial seria: (500/100.000) x 100% = 0,5%.

Ou seja, cada venda gera um lucro equivalente a 0,5% do investimento inicial.

No entanto, devemos considerar que investir em um empreendimento é mais arriscado que em uma aplicação bancária, valendo a máxima de que “quanto maior o risco, maior o retorno”. Além disso, essas aplicações têm maior liquidez que um negócio, ou seja, apresentam um maior potencial de conversão em dinheiro em curto prazo.

Nesse sentido, acompanhar o desempenho do indicador de rentabilidade na sua loja de móveis dará subsídios para tomadas de decisão. Saber o quanto seu investimento é atrativo será base para a gestão, estratégias comerciais e, até mesmo, expansão ou enxugamentos do seu empreendimento, trazendo uma maior segurança para todo o processo.

Vale lembrar que rentabilidade não significa lucro líquido, uma vez que uma loja de móveis pode gerar muito lucro, mas não ser rentável por conta do investimento inicial feito. Afinal, é preciso medir quando o valor aplicado já retornou. Logo, a grande conclusão sobre uma empresa é que, se ela não estiver dando lucro, ela não é rentável.

A rentabilidade é um bom indicador, mas existem outros que podem complementar as decisões estratégicas de um gestor, baseando-se em dados semelhantes. Esse é o caso da lucratividade e do prazo de retorno do investimento.

Cálculo de rentabilidade prévio

Esses dados não servem apenas para determinar se a sua loja de móveis planejados está rendendo bem. Também ajudam a prever o quanto ela precisa render para que o seu investimento seja vantajoso. Basta realizar as contas com base em uma previsão.

Antes mesmo de abrir sua loja, você já possui uma noção do quanto deve obter de lucro por mês e qual será o investimento inicial mínimo. A partir desses dados, você pode saber como fazer o cálculo de rentabilidade do negócio e prever quanto tempo levaria para se pagar.

Esse mesmo princípio se aplica a qualquer futuro investimento realizado durante a vida do seu negócio. Digamos que você tenha o interesse de expandir, aumentando o tamanho da loja para oferecer mais variedade e atender mais clientes.

cta-peca-uma-demo2-e1495636401474 Como fazer o cálculo de rentabilidade da minha loja de móveis?

Estimando a rentabilidade desejada

Agora você já deve ter notado como estes dois conceitos são interligados. Além disso, é possível também estimar a rentabilidade necessária por venda para que o negócio seja benéfico. Para os dois casos, é importante ter em mãos as seguintes informações:

  • Custos de produção/fornecedores;
  • Custo de manutenção da loja;
  • Comissões e pagamentos envolvidos;
  • Tributos e outros encargos aplicados sobre a venda;
  • Margem de lucro desejada;
  • Valor total do investimento inicial no negócio;
  • Número médio de vendas por mês.

Como regra geral, todo valor de rentabilidade de um negócio precisa ser maior do que 1% para ser considerado benéfico ao investidor. 1% é o rendimento de uma poupança, uma aplicação de renda fixa com baixíssimo risco. Portanto, sua rentabilidade for igual ou inferior, seu negócio não está rendendo mais do que uma aplicação passiva.

No nosso exemplo anterior, uma única venda representava 0,5% de rentabilidade. Se fossem realizadas 2 vendas por mês, a rentabilidade equivaleria à da poupança. Com 4 vendas por mês, seria de 2%, o dobro da poupança.

Portanto, acompanhar a rentabilidade da empresa indicará se você vem conseguindo o retorno esperado. Além disso, esse controle dará subsídios para a tomada de decisões em relação aos rumos a serem seguidos.

Cabe salientar, ainda, que esses cálculos são relativamente simples e são bons indicadores de desempenho. Por isso, não deixe de calcular a rentabilidade, a lucratividade e o prazo de retorno do seu investimento. Afinal, ela é muito importante se você deseja atingir uma gestão de sucesso.

Você já conhecia a diferença entre lucratividade e rentabilidade? Este post foi útil para ajudá-lo sobre o tema? Queremos saber sua opinião! Se você tem alguma dúvida sobre como fazer cálculo de rentabilidade ou mesmo outra questão importante afim a acrescentar, deixe um comentário!

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
varejosistema erp - pilhas de moedas que vão aumentando da esquerda pra direita