Os 5 principais indicadores para rede de lojas de móveis – FoccoLOJAS

Os 5 principais indicadores para rede de lojas de móveis

Um dos segredos de sucesso das indústrias que contam com rede de lojas de móveis é o de acompanhar os principais indicadores de desempenho. Monitorar os números das lojas proporciona a identificação de problemas e possibilita a busca das causas para correção.

Veja a seguir os 5 principais indicadores para rede de lojas de móveis que uma indústria deve acompanhar:

1 – Valor em aberto na carteira de projeto

Este valor refere-se a todos os orçamentos em aberto nos pontos de venda. Acompanhar este número é importante para que a fábrica identifique qual tem sido o potencial de prospecção que determinada loja ou região possui.

Para que essa informação seja real, é importante que as lojas identifiquem os orçamentos com a informação de previsão de fechamento. Desta forma é possível avaliar o valor para fechamento imediato e também a longo prazo.

2 – Taxa de conversão faz parte dos indicadores para rede de lojas de móveis

Este indicador é de extrema importância acompanhar. Isso porque sinaliza quantos projetos foram convertidos em contrato. Esse número possibilita para a fábrica medir a efetividade dos fechamentos comerciais da loja, que deve ser, em média de 25% e 35%. Abaixo disso, há algo errado.

indicadores-para-rede-de-lojas-de-moveis Os 5 principais indicadores para rede de lojas de móveis

3 – Lead Time

Refere-se ao tempo que leva para o fechamento de um negócio. Esse indicador é importante para se fazer uma avaliação da velocidade de fechamento das lojas.

Esta informação, aliada à conversão, é um importante parâmetro para a previsão de futuros fechamentos.

4 – Ticket Médio

O ticket médio revela a média de valores das vendas fechadas em cada loja. Uma fábrica que conta com uma rede de lojas de móveis deve possuir uma média de venda. Dessa forma, saberá se determinada loja está acima ou abaixo da média.

Se o ponto comercial possui uma média baixa, por exemplo, pode significar que a loja não está conseguindo agregar valor à venda ou, ainda, não possui opções complementares suficientes. De qualquer forma, nas duas situações é necessária uma ação.

Por outro lado, uma loja que apresenta ticket médio mais alto pode ser muito bom, porém, vendas carregadas de adicionais podem encarecer a ponto de o cliente desistir da compra. Então o ideal é ter bom senso para avaliar cada situação para que o desempenho comercial seja mais efetivo.

5 – Vendas fechadas que ainda não tem pedido de compra

Talvez esta seja a informação mais importante que uma fábrica precisa ter ao analisar os indicadores para rede de loja de móveis. Isso porque não basta acompanhar as vendas. É necessário também estar atento ao compromisso que a loja possui com a entrega do pedido ao cliente final.

Contratos parados na gaveta são um perigo para as lojas e, principalmente para as fábricas. Diante disso, é de extrema importância um monitoramento do que está sendo vendido, com o que ainda não entrou como pedido de produção na fábrica.

Após analisar estes 5 principais indicadores para rede de lojas de móveis, é possível desenvolver planos de ação, em conjunto com as lojas e os representantes das fábricas, para que o sucesso seja de todos.

cta-bi Os 5 principais indicadores para rede de lojas de móveis

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

rede de lojas de móveisprazo-de-entrega