Gestão e inovação: como repaginar o seu negócio em 4 passos

Gestão e inovação: como repaginar o seu negócio em 4 passos

O que você sente quando percebe que as vendas da sua empresa estão estabilizadas ou até em baixa? Muitas vezes, a crise pode parecer assustadora até mesmo para quem possui larga experiência no gerenciamento de um negócio. Com o nível de concorrência que existe atualmente, os produtos e serviços acabam se tornando comuns — e até sendo copiados — mais facilmente. A consequência disso é que o consumidor não se surpreende mais e, naturalmente, apresenta uma queda no desejo de compra.

Para combater esse cenário, é preciso investir em gestão e inovação. Afinal, as empresas que não apresentam novas ideias e novos produtos estão ficando para trás rapidamente. Veja como você pode utilizar algumas estratégias para repaginar o seu negócio e elevar o desempenho:

1. Desenvolva um repertório

O primeiro passo para inovar é criar um repertório de possibilidades. Assim, antes de mais nada, estude a concorrência a fundo. Você já ouviu falar de benchmarking?

Benchmarking é um processo através do qual uma empresa busca as melhores práticas em um determinado segmento. Em outras palavras, é um estudo das atitudes que têm trazido mais resultado na sua indústria, incluindo uma possível comparação com os concorrentes.

Vale estudar não só o que está sendo feito no Brasil, mas também em outros mercados mais avançados em termos de consumo, como os Estados Unidos e a Europa. O melhor jeito de aprimorar a gestão, por exemplo, é aprender sobre modelos de negócios.

2. Escute o seu público

As respostas para a maior parte das perguntas da sua empresa estão no seu consumidor. Em primeiro lugar, é fundamental entender o que seus clientes mais fiéis enxergam de valor nos seus produtos ou serviços. Além disso, eles são algumas das pessoas mais confiáveis para sugerir melhorias.

Em segundo lugar, é fundamental investir em pesquisa com o seu público-alvo. E não se assuste: não precisa ser nada tão formal ou elaborado. Assim, você pode utilizar até mesmo as redes sociais da sua marca ou uma lista de contatos (e-mail ou telefone) para fazer algumas perguntas.

Quanto mais problemas reais das pessoas os seus produtos e serviços forem capazes de resolver, maior será o reflexo nas vendas.

3. Considere vender subprodutos

Subprodutos são aqueles que não necessariamente representam a maior parte da receita da sua empresa, mas podem contribuir de maneira significativa. Aqui, vale abrir espaço para uma história interessante.

Quando Henry Ford (criador dos automóveis Ford) fabricava o modelo T, ele notou que muitas lascas de madeira sobravam da produção. Pouco tempo depois, Ford descobriu um processo para transformar essas mesmas lascas em carvão. Sabe o que aconteceu? Nasceu aí a Kingsford, a maior fábrica de carvão dos Estados Unidos.

Essa história ilustra que subprodutos podem surgir a partir da identificação de novas oportunidades em negócios que já existem. E, claro, podem trazer um excelente faturamento!

4. Automatize

Um dos pontos em comum entre a gestão e a inovação é que certas tarefas só podem ser feitas por pessoas. Máquinas ainda não aprenderam a ter ideias de produtos, nem a lidar com funcionários e cobrar comprometimento da equipe.

Por outro lado, muitas atividades já podem ser automatizadas. A lista inclui desde tarefas administrativas e de contabilidade, como a emissão de notas fiscais, até o controle das horas dedicadas a cada atividade, através de um timesheet, por exemplo.

Quanto menos você e a equipe focarem no operacional, mais tempo terão para desenvolver a estratégia. Isso se refletirá numa melhor gestão e em novas propostas para serem aplicadas internamente e para os clientes.

Ninguém disse que é fácil investir em gestão e inovação. Mesmo as organizações que já nasceram com essas características devem estar sempre atentas para continuar gerando novas ideias. Inovar exige criatividade, mas, acima de tudo, comprometimento em resolver os problemas dos clientes e do próprio negócio. Dessa forma, no longo prazo, esse pode ser um verdadeiro divisor de águas entre as empresas do mercado.

Que experiência você está tendo com a criação de novas ideias e produtos? Comente, queremos saber a sua opinião!

 

otimize-as-vendas-da-sua-loja_cta Gestão e inovação: como repaginar o seu negócio em 4 passos

 

Comentários
  • Lázaro Bispo
    Responder

    Boa tarde, conhecer melhor nossos concorrentes,ver o que estão fazendo diferente,é uma das estrategias primordial para se manter no mercado,só assim poderemos acompanhar e esta sempre na frente,mesmo que a empresa esteja crescendo ano após ano,pois precisamos redobrar os cuidados quando o negócio aparenta andar sozinho,é necessário que estejamos antenados e precavidos. É necessário conhecer nossos concorrentes e não subestima-los.!!!

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
relacao-com-o-clienteplanejamento financeiro