Como montar um fluxo de caixa para loja de móveis

4 dicas de como montar um fluxo de caixa para loja de móveis

Independentemente do tamanho ou tipo de sua empresa, o uso do fluxo de caixa é essencial para que você controle suas finanças e entenda melhor o fluxo de recursos na sua loja de móveis.

Neste post, você vai ver 4 dicas de como montar um fluxo de caixa para sua loja de móveis planejados. Além de evitar erros na elaboração, você ainda vai compreender algumas outras funcionalidades desta ferramenta financeira essencial na gestão. Acompanhe!

Escolha um período e separe os saldos iniciais

A escolha de um determinado período para o início do controle de fluxo de caixa para loja de móveis é essencial. A partir deste momento, é preciso registrar todas as entradas e saídas de recursos.

Além disso, você precisa separar todos os saldos iniciais. Não só de caixa, mas também de contas correntes. Pois estas representam fluxo de valores monetários que transitam por sua empresa.

A partir da escolha de uma data e da separação dos valores, é só anotar todos os saldos iniciais e seguir para a próxima etapa.

Separe e registre as entradas e saídas

Com o uso de uma planilha eletrônica ou, de preferência, um software de gestão, separe todas as entradas e saídas de recursos e comece a registrá-las.

Após considerar os saldos iniciais, na coluna de entradas do seu fluxo de caixa você registrará todos os valores efetivamente recebidos. Eles são geralmente representados por valores de clientes.

Já na coluna de saídas você deverá registrar todos os pagamentos que envolvam o caixa e as outras contas que representam recursos financeiros.

Divida as despesas e receitas por categorias

Uma dica importante e que pode auxiliar no processo de gestão é a separação das despesas por categorias. Assim, você poderá entender melhor como estão seus gastos com contas de consumo como telefonia, internet e energia elétrica, por exemplo, ou com salários de funcionários e outros gastos da loja.

Você também poderá separar os clientes da loja de móveis. Isso torna possível conhecer aqueles que têm uma maior movimentação, como estes estão pagando suas dívidas, entre outras análises.

Apure o seu saldo final

Quando você confrontar os saldos iniciais com as entradas e saídas de um determinado período, você terá o seu saldo de fluxo de caixa da loja de móveis. Dê preferência à elaboração diária. Aquele que mostra como está a movimentação do dia da sua empresa. Ele também permite saber o que realmente você tem de recursos disponíveis.

Neste ponto, você pode começar a trabalhar com as sobras de caixa. Utilize-as para adiantar pagamentos, por exemplo, e conseguir descontos ou ainda investir o dinheiro que não está sendo usado em alguma aplicação financeira. Você também pode fazer algumas projeções que lhe ajudarão a programar o futuro de sua loja de móveis.

Neste post, você viu que montar um fluxo de caixa para loja de móveis é bastante simples. Já que basta comparar os saldos iniciais de recursos financeiros com as entradas e saídas do período. Mas, para isso, você deve tomar alguns cuidados como a inserção diária dos dados, uso de um software de gestão e elaboração de algumas projeções.

Gostou do artigo? Então aproveite para conhecer também o nosso post sobre como realizar o controle de caixa da sua loja!

otimize-as-vendas-da-sua-loja_cta 4 dicas de como montar um fluxo de caixa para loja de móveis

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fazemos parte do movimento #OpenWeStand

CONHEÇA!
X
nfc-eloja-de-moveis